Cheguei, parti
Parti com cinismo
Pensei na dor
A dor que nunca acabou

Sei o mal do meu mundo
A decepção dos meus sonhos
A razão das minhas lágrimas
A certeza aguda da minha partida

Tentei, iludi
Sorriso amarelo sorri
Indignado existi
No fim da linha me vi

Lutei caindo no abismo
A batalha do apocalipse
Voei saltando nas nuvens
O voo do jovem Ícaro

Poder escapar
Sem questinar o mundo
Tantas vidas mudar
E minh’alma jamais entender

Autor Leonardo Otaciano

Nenhum comentário:

Conheça mais sobre quem escreve no Marcas

RESENHA DE 'LOUI' NO TRILHANDO HISTÓRIAS, INSCREVAM-SE

Artigos, crônicas, contos e poesias